Please use this identifier to cite or link to this item: http://repository.ucc.edu.co/handle/ucc/3111
Title: An Approach to Understanding Aggression and Human Violence
Un acercamiento a la comprensión de la agresión y la violencia humana
Uma aproximação à compreensão da agressão e da violência humana
Author: Yañez-Canal, Humberto
Keywords: aggression; alteration; confusion; contact; closed spaces; social organization; violence
Agresión; alteración; organización social; violencia
agressão; alteração; confusão; contato; espaços fechados; organização social; violência
Description: Purpose: To reflect on certain possible confusions that arise in the social and communicative practice of professionals in the field of education and social treatment when dealing with school violence. A review of the matter showed that some of the basic confusions seem to arise around the use of the concepts of aggression and violence, which some authors treat as though they were synonyms, ignoring efforts by the social sciences to understand and explain them. The purpose of this text is to deal with this confusion and present options for understanding the implications of these two terms. Topic: Dealing with school violence has been on the agenda over the past two years. Repeatedly, extreme cases are published asking experts to provide explanations and solutions, although it seems that violent practices persist and efforts have been insufficient. Development: Confusions in the definitions that appear in dictionaries are examined, etymological significances are addressed and the use and meaning of aggression and violence from the perspective of sociology, politics and psychology are reviewed. Conclusions: A review of the two concepts is proposed in which their differences are established, but which is based on the same phenomenon expressed in gradual intensities and frequencies. The text also seeks to recognize that all movements in limited spaces are susceptible to being perceived as aggressive by whoever is subjected to that force.
Propósito: reflexionar sobre algunas posibles confusiones dadas en la práctica social y comunicativa de los profesionales en educación y el tratamiento social al abordaje de la violencia escolar. Al revisar el asunto, se detecta como algunas de las confusiones básicas parecieran darse alrededor del uso de los conceptos de agresión y violencia, los cuales algunos autores tratan de manera indiferenciada como sinónimos, desconociendo los esfuerzos de las ciencias sociales por entenderlos y explicarlos. Abordar esta confusión y presentar opciones con el fin de entender las implicaciones de estos dos términos es el propósito de este texto. Tema: el abordaje de la violencia escolar ha estado al orden del día durante los últimos años. De manera recurrente, publicitan casos extremos acudiendo a expertos que dan explicaciones y soluciones, aunque parece que el asunto de las prácticas violentas se mantiene y los esfuerzos fueran insuficientes. Desarrollo: se abordan las confusiones en las definiciones de los diccionarios, se examinan sus significados etimológicos y se revisa el uso y sentido de la agresión y la violencia desde la sociología, la política y la psicología. Conclusiones: se propone una mirada de los dos conceptos en la que se establecen sus diferencias, pero la cual parte de un mismo fenómeno expresado en intensidades y frecuencias graduales. De igual forma, se busca reconocer que todo movimiento dado en espacios limitados es susceptible de ser percibido como agresivo por quien es sujeto de esa fuerza.
Propósito: refletir sobre algumas possíveis confusões dadas na prática social e comunicativa dos profissionais em educação e no tratamento social à abordagem da violência escolar. Ao revisar o assunto, identifica-se como algumas das confusões básicas parecem acontecer sobre o uso dos conceitos de agressão e violência, os quais são tratados por alguns autores de forma indiferenciada como sinônimos, desconhecendo os esforços das ciências sociais por entendê-los e explicá-los. Abordar essa confusão e apresentar opções a fim de entender as implicações desses dois termos é o propósito deste texto. Tema: a abordagem da violência escolar tem sido o tema do dia durante os últimos anos. De maneira regular, publicam casos extremos recorrendo a especialistas que dão explicações e soluções, embora pareça que o assunto das práticas violentas se mantém, e os esforços foram insuficientes. Desenvolvimento: abordam-se as confusões nas definições dos dicionários, examinam-se seus significados etimológicos e revisam-se o uso e o sentido da agressão e da violência a partir da sociologia, da política e da psicologia. Conclusões: propõe-se uma interpretação dos conceitos na qual se estabeleçam suas diferenças, mas que parta de um mesmo fenômeno expresso em intensidades e frequências graduais. Do mesmo modo, busca-se reconhecer que todo movimento dado em espaços limitados é suscetível de ser percebido como agressivo por quem é sujeito dessa força.
Publisher: Universidad Cooperativa de Colombia
Appears in Collections:Revista Pensando Psicología

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.