Please use this identifier to cite or link to this item: http://repository.ucc.edu.co/handle/ucc/2552
Title: Agent-based Modeling and Simulation as an Alternative for the Study of Business Organizations
Modelación y simulación basada en agentes como alternativa para el estudio de las organizaciones empresariales
Modelação e simulação baseadas em agentes como alternativa para o estudo das organizações empresariais
Author: Susatama, Karol D. Cepeda
Ruíz, Kelly A. Durango
Arévalo, Luz Bohórquez
Keywords: modeling; business organizations; complex systems; social systems;
modelación; organizaciones empresariales; sistemas complejos; sistemas sociales;
modelação; organizações empresariais; sistemas complexos; sistemas sociais;
Description: Introduction: The article arises from the research Agent-based modeling and simulation as an alternative for the study of business organizations, conducted during 2016 at the Universidad Distrital Francisco José de Caldas, Bogotá. The authors summarize the most outstanding literature published on the modeling and simulation of complex systems throughout history, particularly agent-based models, in order to form an opinion on their possible contributions to management research. Method: We analyzed the information collected from scientific articles in ProQuest and Scopus databases from 1990 to date, including key concepts of modeling and simulation, based on agents described in some books. Results: Traditional approaches, characterized by the use of statistics and classical mathematics, are not relevant to model organizations because of their deterministic and reductionist view. Therefore, an alternative approach is presented for the study of organizations that are found in the modeling and simulation techniques of the sciences of complexity, whose purpose is to study systems characterized by emerging behaviors. Conclusions: Despite its low popularity, the implementation of these alternatives cannot only benefit organizations, but can also contribute to the creation of guidelines for greater appropriation of simulation models for organizations.
Introducción: el artículo es producto de la investigación “Modelación y simulación basada en agentes como alternativa para el estudio de las organizaciones empresariales”, desarrollada durante el 2016 en la Universidad Distrital Francisco José de Caldas, en Bogotá. Los autores sintetizan la literatura más sobresaliente publicada sobre la modelación y simulación de sistemas complejos a través de la historia, en particular de los modelos basados en agentes, con el fin de desarrollar una apreciación de sus posibles contribuciones a la investigación en administración. Metodología: se analiza la información recolectada por medio de los artículos científicos obtenidos de las bases de datos ProQuest y Scopus desde 1990 hasta la fecha, con la inclusión de conceptos claves de modelación y simulación, basadas en agentes descritos en algunos libros. Resultados: los enfoques tradicionales, caracterizados por el uso de la estadística y la matemática clásica no son pertinentes para modelar organizaciones por su visión determinista y reduccionista, por lo cual se presenta un enfoque alternativo para el estudio de las organizaciones que se encuentra en las técnicas de modelación y simulación desde las ciencias de la complejidad, cuyo fin es estudiar sistemas caracterizados por comportamientos emergentes. Conclusiones: a pesar de su baja popularidad, la implementación de estas alternativas no solo puede beneficiar a las organizaciones, sino que puede aportar en la construcción de lineamientos para una mayor apropiación de modelos de simulación para organizaciones.
Introdução: este artigo é produto da pesquisa “Modelação e simulação baseadas em agentes como alternativa para o estudo das organizações empresariais”, desenvolvido em 2016 na Universidad Distrital Francisco José de Caldas, em Bogotá. Os autores sintetizam a literatura mais destacada publicada sobre modelação e simulação de sistemas complexos através da história, em particular dos modelos baseados em agentes, a fim de desenvolver uma apreciação de suas possíveis contribuições para a pesquisa em administração. Metodologia: analisa-se a informação coletada por meio dos artigos científicos obtidos das bases de dados ProQuest e Scopus desde 1990 até os dias atuais, com a inclusão de conceitos-chave de modelação e simulação baseadas em agentes descritos em alguns livros. Resultados: as abordagens tradicionais, caracterizadas pelo uso da estatística e da matemática clássica, não são pertinentes para modelar organizações por sua visão determinista e reducionista; portanto, apresenta-se uma abordagem alternativa para o estudo das organizações que se encontra nas técnicas de modelação e simulação desde as ciências da complexidade, cujo fim é estudar sistemas caracterizados por comportamentos emergentes. Conclusões: apesar de sua baixa popularidade, a implantação dessas alternativas não somente pode beneficiar as organizações, mas sim pode contribuir para a construção de lineamentos para uma maior apropriação de modelos de simulação para organizações.
Publisher: Universidad Cooperativa de Colombia
Appears in Collections:Revista Ingeniería Solidaria

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.