Please use this identifier to cite or link to this item: http://repository.ucc.edu.co/handle/ucc/2288
Title: Peace: Much More than the End of War
La paz: mucho más que el final de la guerra
A paz: muito mais que o fial da guerra
Author: Cabrera-Suárez, Lizandro
Keywords: conflct, human rights, Rule of Law, justice, post-conflct, victims.
conflicto; derechos humanos; estado social de derecho; justicia; posconflicto; víctimas.
conflto, direitos humanos, Estado Social de Direito, justiça, pós-conflto, vítimas
Description: Purpose: to perform a rather crude, skeptic analysis of the future signing of the peace agreement in La Habana, Cuba with the insurgent group Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia-Ejército del Pueblo (farc-ep) so that international experiences are taken into consideration. Description: this article starts with an overview of what post-conflct is through a series of questions in relation to macroeconomic problems that the State must face. Thn, international examples in which a similar experience has been lived are considered and some conditions are stablished in order not to repeat the results. It continues with the analysis of Colombian institutions engaged in war and their evolution paths are succinctly proposed. Point of view: the foregoing proves that Colombia deserves the peace awaited for so long by the entire society but with sustainable results, diffrent from those obtained in Central America. Th central thesis or point of view defended is that peace is more than a signature. It must be an integrated set of long-term actions instead of strategies structured in the heat of the moment. Conclusions: Colombia is not prepared for peace understood as social justice.
Propósito: hacer un análisis de la futura fima del acuerdo de paz en La Habana, Cuba, con el grupo insurgente de las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia-Ejército del Pueblo (farc-ep), de manera escéptica, un poco cruda si se quiere, en busca de que se tengan en cuenta las experiencias internacionales. Descripción: este artículo empieza por una mirada general a lo que es el posconflcto, y se elabora mediante una serie de interrogantes sobre este, en relación con los problemas macroeconómicos que debe enfrentar el Estado. Posteriormente, se toman los ejemplos internacionales en los que se ha vivido una experiencia semejante y se establecen unas condiciones para no repetir los resultados. Continúa con el análisis de las instituciones colombianas que se dedicaban a la guerra y, de una manera sucinta, se plantean sus caminos de evolución. Punto de vista: todo lo anterior demuestra que olombia merece la paz tan esperada por toda la sociedad, pero con resultados sostenibles y diferentes a los  resentados en Centroamérica. La tesis central o el punto de vista que se definde es que la paz es más que una fima. Debe ser un conjunto integral de acciones a largo plazo, y no estrategias estructuradas al calor y la presión del omento. Conclusiones: Colombia no está preparada para la paz entendida como justicia social.
Propósito: realizar uma análise da futura assinatura do acordo de paz em Havana,Cuba, com o grupo insurgente das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia -Exército do Povo (farc-ep), de maneira cética, um pouco crua se se quer, procurando que se levem em consideração as experiências internacionais. Descrição:este artigo começa com um olhar geral sobre o que é o pós-conflto e se realiza mediante uma série de interrogantes sobre este, no que diz respeito aos problemas macroeconômicos que deve enfrentar o Estado. Posteriormente, tomam-se os exemplos internacionais nos quais se viveu uma experiência semelhante e se estabelecem umas condições para não repetir os resultados. Continua com a análise das instituições colombianas que se dedicavam à guerra e, de maneira sucinta, apresentam-se seus caminhos de evolução. Ponto de vista: tudo isso demostra que a Colômbia merece a paz tão esperada por toda a sociedade, mas com resultados sustentáveis e diferentes aos apresentados na América Central. Como tese central ou ponto de vista defendido, tem-se que a paz é mais que uma assinatura. Debe ser um conjunto integral de ações em longo prazo e não estratégias estruturadas sob a pressão do momento. Conclusões: a Colômbia não está preparada para a paz entendida como justiça social.
Publisher: Universidad Cooperativa de Colombia
Appears in Collections:Revista Dixi

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.